O q vc tá procurando? Digite aqui

11 de março de 2017

CRÔNICA: O ANIVERSARIANTE



O bairro todo da Renovação estava em frenético movimento graças ao aniversário de Anselmo, que dali a alguns poucos dias estaria comemorando seu 18º aniversário.
O bairro da Renovação tem pouco mais de 4 mil habitantes. A rua de Anselmo, que na verdade é uma avenida, passou a receber um carinho especial dos moradores das adjacências desde a quarta vez em que Anselmo apareceu na TV, por ocasião de uma pequena festinha promovida apenas pelos moradores da rua. Ora, se era a quarta vez que ele ganhava tanto enfoque na televisão, é porque alguma importância lhe era devida. Logo, o bairro toda fora contagiado por esse sentimento de união comunitária.
Os residentes mais criativos adoravam enfeitar Anselmo das formas mais pitorescas e divertidas possíveis, porque, mesmo ele sendo muito jovem, merecia toda atenção que pudessem lhe dirigir. E Anselmo sempre escancarava a bocarra em puro júbilo.
Ano passado, lhe cobriram com adereços carnavalescos (já que coincidentemente seu aniversário caiu bem na terça-feira gorda), com direito até a uma máscara e uma peruca dourada bem grande.
Desta vez, quiseram chamar todos os canais de TV locais para a festa, nem que tivessem de investir pesado em salgadinhos para agradar o apetite dos repórteres. Não importa! O bairro da Renovação inteiro queria todas as câmeras presentes e apontadas para o aniversariante, a fim de que aquilo acabasse ajudando a resolver um problema que os acompanhava há anos.
Acontece que, por mais querido que fosse, Anselmo não era uma pessoa. Era um buraco bem no meio da Avenida Coronel Bragança. Não, não, não um simples buraco. Mas uma cratera esfomeada que, em dias de chuva, se cobria de lama e tornava-se assim uma armadilha para motoristas pouco sagazes ou nada habituados à sua existência.
Um buracão do tamanho da pior vergonha que alguém pode carregar. De diâmetro incalculável e profundidade que só aumenta a cada dia, Anselmo era o ponto turístico do bairro da Renovação. O ponto de referência. O marco. Quando as pessoas pegavam moto-táxi e pediam para ser deixadas no bairro Renovação, os motoqueiros geralmente pensavam um pouco, tentando se lembrar da localização. Porém, bastava mencionar o nome de Anselmo e qualquer um deles podia guiar de olhos fechados até o destino.
Casais já deram seu primeiro beijo em frente ao Anselmo. Crianças já passaram horas escondidas durante uma partida de pique-esconde dentro de Anselmo. O buraco também já foi cenário para uma corrida de barquinhos de papel extremamente competitiva. Enfim, dezoito anos e muitas histórias para contar.

Ludovico, o presidente do bairro, recebeu confirmação de sua esposa Dalva de que toda a imprensa já estava a postos para o 18º aniversário. Mas o povo da Renovação jamais poderia sonhar com uma imensa e inesperada surpresa: este ano, até o prefeito resolveu aparecer. Eu não estava lá nesse dia, mas dizem que o discurso dele fez algumas pessoas chorarem de soluçar. 

2 comentários:

Pamela Fernanda disse...

Na nossa cidade temos muitos Ancelmos. Porémas alguns mais novos e outros com a vida mais curta. Rs

Pamela Fernanda disse...

Na nossa cidade temos muitos Ancelmos. Porémas alguns mais novos e outros com a vida mais curta. Rs