O q vc tá procurando? Digite aqui

5 de maio de 2011

O ENCONTRO



Foi há muito tempo que eles se separaram
Cidades diferentes, atrás de novos ventos
Buscando fuga de seus descontentamentos

Ela se formou em alguma faculdade gringa
Algo relacionado à informática ou ecologia
E ele ganhando a vida tirando fotografia

Quando juntos, o universo fazia sentido
Não tinha essa de mundos divididos
Até que um dia a ponte entre os corações rachou

“Vamos consertar”, ele quis, mas não agiu
“Vai dar um trabalhão”, ela pensou, depois fugiu
E, do nada, o pote de vidro do amor espatifou

Ela pediu dinheiro pro pai amoroso
Ele emprestou dinheiro do tio Amaral
Ambos precisavam curar a ressaca moral

A viagem dela só tem paisagens e sorrisos
Além de cursos caros e novos amigos
Ele não conhece um só indivíduo na vizinhança

E um belo dia, após alguns anos memoráveis
Numa dessas piadas cotidianas irônicas
Eles se esbarram numa circunstância desarmônica

Ela segurava uma criança, seu marido ao lado
Olhou para ele com um sorriso de sinceridade
“Seu fotógrafo, bate uma foto da nossa felicidade”...

4 comentários:

Mensagem Efêmera disse...

Sinceramente? Teu melhor poema até agora. Fiquei encantada! Maravilhoso.

Ela disse...

Muito bom, adorei a espontaneidade dos seus versos...

Amanteli disse...

uma vez meu amor me disse:"quando o que escreves é o que se passou com vc, sai mto melhor".lembrei agora

Genniffer Moreira disse...

Tenso e lindo ao mesmo tempo, adorei.