O q vc tá procurando? Digite aqui

27 de dezembro de 2010

PERDOAR, ESQUECER... RECOMEÇAR!!!


O perdão não é um dom inatingível. O perdão não é um ato impossível. Para ele acontecer, é necessário apenas uma atitude, passar por cima do orgulho próprio, enfrentar fantasmas. Muitas vezes, é preciso se enxergar do outro lado: o lado de quem está sendo perdoado.
Perdoar liberta. Ambos os lados. Tira um fardo das costas de quem está sendo perdoado, e uma pedra de cima do peito de quem está perdoando. Você pode até pensar que esse discurso todo é só uma mensagem ingênua, bonitinha... E como parece mesmo. Otimista demais, talvez, não? Porém, eu asseguro estar tratando aqui de um assunto com o qual já tive de lidar algumas (tristes) vezes. Já vivi experiências muito duras em que meu coração foi testado. Foi quebrado, machucado, humilhado, e grande parte disso foi neste ano que finda (graças ao bom Deus). 
Mas quando se olha para trás e vê que uma boa história se constroi, inclusive, com cacos de um coração quebrado, a sensação de leveza é algo impagável. O não-perdão é uma dívida com esse mundo. Amanhã se morre e... Pra que levar para o túmulo o rancor, a mágoa? Todos nós queremos ser perdoados de nossos erros, queremos que o outro compreenda nossas falhas, tememos que Deus nos abandone por conta de nossos pecados. Quando na verdade o valor do perdão está em agir pelo menos um pouquinho como Deus (acredite você Nele ou não).
Perdoar não significa voltar a ser o melhor amigo de quem te machucou. Perdoar é simplesmente tirar areia do caminho, para que ambos possam continuar sua trajetória, sem precisar grandes comportamentos de amizade (aliás, nem pequenos comportamentos). Só sei dizer que o grande viabilizador de um ato de perdão é e sempre será o amor. Se você encontra dificuldades em perdoar, em libertar alguém e se autolibertar, saiba que essa é uma prova de coragem e de superioridade. Mostra que você é alguém que consegue ser equilibrado e não quer fazer do outro prisioneiro de seu rancor, esquecendo-se que você também precisa se esvaziar de dores e pensamentos pesados. É muito difícil. Carregar a dor é perturbador. Mas ela fica mais leve quando você perdoa e esquece. Não esquecer no sentido "deletar pra sempre da memória", mas soltar, deixar livre. E partir para o recomeço. Se for o caso, dar uma segunda, terceira ou quarta chance à pessoa que lhe gerou a mágoa. Costumamos crer que somos melhores do que aqueles que nos fizeram mal, o que muitas vezes é apenas uma máscara hipócrita de nossa parte.
Por isso, que nós possamos buscar esse dom, essa loucura, essa ousadia que é perdoar. Perdoar, esquecer e, por fim, recomeçar.  Alguém duvida que essa fórmula seja eficaz?

2 comentários:

Genny LiMo disse...

Escreveste bonito! =) Que nesse novo ano as pessoas considerem mais importante o ato de perdoar do que o de se vingar.


Boas festas de ano Novo e mta paz.


;*

Mensagem Efêmera disse...

Perdão é um dom que todos deveriam possuir... Lindo texto, querido irmão postiço ! (: